Novo diretor do Museu da Cidade quer unificar projetos de memória

by Portal Arquitetura | 14 de fevereiro de 2019 09:02

Em entrevista à Folha de S.Paulo, Marcos Cartum confirmou ter aceitado o convite de Alê Youssef, atual secretário de Cultura, para assumir a diretoria do Museu, que é um dos principais órgãos da Secretaria Municipal de Cultura, responsável pela administração de uma rede de casas históricas construídas entre os séculos XVII e XX.

O plano do novo diretor é dar mais unidade curatorial aos equipamentos culturais que o Museu da Cidade reúne, entre eles a Oca e o Pavilhão das Culturas, o Beco do Pinto, a Casa Bandeirante, a Casa Sertanista e Solar da Marquesa de Santos. A ideia é priorizar projetos dedicados à memória da cidade de São Paulo.

 

Marcos Cartum

Formado arquiteto e urbanista pela FAU, da Universidade de São Paulo, em 2005, Cartum foi convidado pelo secretário municipal da Cultura na época, Carlos Augusto Calil, a pensar – junto com o escritório Brasil Arquitetura – um anexo ao Teatro Municipal. Surgia ali um projeto batizado de Praça das Artes, no centro de São Paulo.

Ele também trabalhou no Plano Diretor do Parque Ibirapuera e colaborou na construção do Auditório projetado por Oscar Niemeyer. Tem ainda no currículo o projeto de restauro do Planetário e da Escola de Astro Física e participação do projeto de instalação do Museu Afro Brasil.

Fonte: Folha de S.Paulo[1]; Catraca Livre.

Endnotes:
  1. Folha de S.Paulo: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2019/02/novo-diretor-do-museu-da-cidade-defende-unificar-projetos-de-memoria.shtml

Source URL: https://arquiteturaurbanismotodos.org.br/novo-diretor-do-museu-da-cidade-quer-unificar-projetos-de-memoria/