O Projeto de Lei para uma nova Lei da Anistia

A proposta da nova Lei da Anistia prevê a regularização  considerando três modalidadeS: automática, declaratória e comum.

 

Entenda:

  1. Regularização Automática: para edificações residenciais de até 150m²

Nestes casos, a regularização acontecerá de maneira automática e o interessado será responsável pela edificação, sem necessidade de solicitação ou protocolo de requerimento, como ocorreu nas últimas Leis de Anistia em 1994 e 2003.

  1. Procedimento Declaratório: Para edificações residenciais até 500m²

Neste caso, o interessado deverá protocolar de maneira eletrônica o formulário de regularização, além de apresentar documentos comprobatórios à Prefeitura. [Conjunto horizontal de até 20 unidades; conjunto vertical de altura máxima de até 10 metro]

  1. Regularização Comum

Para esses casos, a regularização dependerá da apresentação de documentos assinados por profissionais habilitados, e análise da Prefeitura. [Residências com mais de 500m²; prédios comerciais e de serviços; igrejas/templos religiosos]

Não pode:

Não será aceita a regularização de edificações que não respeitem:

  • Edificações em logradouros ou terrenos públicos;
  • Inseridas nos perímetros de Operações Urbanas e operações interligadas;
  • Em faixas não edificáveis junto à represas, galerias ou linhas de transmissão de energia;
  • Com ação judicial em andamento

 

Fonte: Secretaria Especial de Comunicação – Prefeitura de São Paulo.

 


Artigos relacionados

Carla Juaçaba projeta capela para o Vaticano na Bienal de Veneza 2018

  A arquiteta brasileira foi convidada a se juntar à seleção de profissionais responsáveis por projetar capelas que irão marcar a primeira participação do Vaticano na Bienal de Veneza de 2018. A 16ª. edição do evento acontece entre os dias

Paulo Mendes da Rocha vai presidir o comitê de honra do UIA2020RIO

Sendo hoje um dos arquitetos brasileiros mais reconhecidos mundialmente , Paulo Mendes da Rocha foi convidado por Nivaldo Andrade (Presidente Nacional do IAB), Luiz Antonio de Souza (Secretário Geral da Direção Nacional do IAB) e Celio Melis para presidir o

Al Jazeera: Arquitetura Rebelde

Em agosto deste ano a rede de TV Al Jazeera lançou uma série de seis reportagens chamada Arquitetura Rebelde (Rebel Architecture, tradução livre). O objetivo é mostrar alguns arquitetos que usam sua profissão como forma de resistência e questionamento.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta