Obras de Zanine Caldas no Centro Georges Pompidou em Paris

Obras de Zanine Caldas no Centro Georges Pompidou em Paris

Um dos centros culturais mais importantes do mundo, o Georges Pompidou, em Paris, vai abrigar em seu acervo cinco maquetes de casas, 15 croquis, dezenas de fotos e uma poltrona da década de 1950, doada pela família de Zanine Caldas (1919-2001).

As obras já deveriam estar na França, mas a entrega foi adiada em razão da pandemia. A aquisição é parte das coemorações do centenário do arquiteto, celebrado em 2019.

Aos 13 anos, começou a fazer presépios de Natal para os vizinhos usando caixas de seringa do pai, que era médico. Mais tarde, tomou aulas de desenho com um professor particular e, aos dezoito anos, foi para São Paulo, trabalhar como desenhista numa construtora

Mesmo sem ter nunca frequentado a faculdade, Zanine Caldas deixou uma obra arquitetônica importante. Projetou residências no Rio, Brasília, Belo Horizonte e Nova Viçosa, BA. Montava maquetes no ateliê fundado por ele em 1940 para atender aos mais renomados profissionais modernistas do país.

A madeira era sua principal matéria-prima. Foi dos primeiros a usar material de demolição – incorporando a suas obras azulejos, portas, janelas e telhas de prédios demolidos no centro do Rio.

 


Artigos relacionados

Marco Regulatório do Saneamento Básico é aprovado no Senado

O Plenário do  Senado aprovou na manhã desta quinta-feira (6) um novo conjunto de regras para o saneamento básico no Brasil. O marco regulatório está contido no PL 3.261/2019, apresentado por Tasso Jereissati (PSDB-CE) para substituir a Medida Provisória 868/2018,

Archinexus: 1º Seminário Internacional de Valorização e Desenvolvimento Profissional

Entre os dias 28 de novembro e 01 de dezembro acontecerá o 1º Seminário Internacional de Valorização e Desenvolvimento Profissional: Archinexus”, uma realização conjunta da Comissão de Políticas Profissionais do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CPP-CAU/BR) e da

Um mundo novo num futuro próximo

Paulo Markun   Urbanizar as favelas e garantir o acesso de todos a acesso de todos a habitação segura, adequada e a preço acessível. Esta é apenas uma pequena parte do Objetivo 11 da Agenda 2030 – um conjunto de

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta