Pilotis

Pilotis

Pilotis são pilares em concreto armado que sustentam uma construção. São característicos da arquitetura modernista brasileira e fazem parte dos Cinco Pontos da Nova Arquitetura proposta pelo francês Le Corbusier.

Esses pilares são muito importantes para a arquitetura brasileira, pois através deles é possível obter um vão livre no nível térreo, caracterizando um espaço público em contraposição ao espaço verticalizado, normalmente privado ou de uso restrito. Dessa forma, é possível ter abrangentes espaços de convivência e circulação. Isso era um valor para os modernistas e uma inovação conceitual.

Lúcio Costa tinha grande preferência pelo uso social do espaço através de pilotis. Em 1936, esse conceito já foi aplicado no prédio do Ministério da Cultura e Educação no Rio de Janeiro, projeto com a participação de Oscar Niemeyer.

 



Artigos relacionados

Escala

Foto por Julia Park Escala é a relação entre as medidas de um espaço ou edificação e a sua representação, normalmente gráfica. Usada pelos arquitetos ao elaborarem os projetos de suas obras, representando esta edificação. Como não são representados em

Primeira Rua Completa em São Paulo

Dentro do programa da Rede Nacional para a Mobilidade de Baixo Carbono São Paulo foi a primeira das onze cidades a receber um projeto de Rua Completa na Rua Joel Carlos Borges.   Em 2014, o Concurso 3 Estações convidou

Plano Piloto de Brasília

A nova capital foi projetada com um modelo urbanístico inovador. Seu plano piloto adota os preceitos da famosa Carta de Atenas, de 1933. O documento redigido pelo arquiteto franco-suíço Le Corbusier propunha um zoneamento seletivo, com uma divisão de áreas segundo quatro funções: habitar, trabalhar, circular e recrear.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta