Plataforma online conta a história do urbanismo no Brasil

Plataforma online conta a história do urbanismo no Brasil

Desde 2003 é realizado um projeto de pesquisa intitulado Cronologia do Pensamento Urbanístico. Desenvolvida pelo Laboratório de Estudos Urbanos (PROURB/FAU-UFRJ) em colaboração com o Laboratório Urbano (PPG-AU/FAUFBA), a pesquisa apresentada é centrada na historiografia do pensamento urbanístico com foco na circulação de ideias, e tem por objetivo principal subsidiar uma história intelectual do urbanismo, de modo a trazer novas perspectivas de análise e novos recortes em torno desse campo.

Em entrevista ao jornal Nexo, a cofundadora do projeto Paola Berenstein Jacques, disse: “A pesquisa completou quinze anos de desenvolvimento contínuo. Nosso foco principal é a formação de jovens pesquisadores (iniciação científica, mestrado e doutorado) no campo da história das cidades e do urbanismo, e nosso principal produto de divulgação é o site. Estamos na quinta versão desta plataforma digital que tem se convertido, cada vez mais, em importante fonte de informações sobre o campo do urbanismo no Brasil e no exterior”

O site tem aproximadamente 8 mil acessos por mês e uma média de 95 mil visitas por ano. Segundo Paola, a cada mês o número de acessos cresce 30%, sem qualquer divulgação além de apresentações em eventos do mesmo campo de estudo. O projeto tem recebido incentivo financeiro do CNPq por meio de editais.

 

 

Funcionamento do site:

Na página inicial, muitos pontos – chamados pelos pesquisadores de “nebulosas do pensamento urbanístico” – e cores, onde cada uma representa um tipo de conteúdo: uma publicação, um projeto, evento ou fatos relevantes. O mouse suspenso no ponto indica qual o verbete está linkado ali, é apresentada a data, o fato e a região onde ele ocorreu. No canto inferior esquerdo da tela é exibido três itens em destaque por vez.

É possível, ainda, acessar informações do site por século e década, por meio de uma linha do tempo, exposta na parte superior da página. Eles dão acesso a uma tabela cronológica preenchida com os registros do período, e pode-se rolar a página para os lados, avançando no tempo, ou para baixo, passando por diferentes regiões brasileiras e continentes. Desse modo, é possível fazer uma comparação dos ocorridos em diferentes regiões do mundo; a divisão é feita da seguinte forma: sul e sudeste do Brasil; Norte e nordeste; centro oeste e América Latina, América do Norte; e Ásia, Oceania e África.

 

Imagem: Brasília, DF. Image © Joana França
Fontes: NEXO; Cronologia do Pensamento Urbanístico

 



Artigos relacionados

Arquiteturas: Itá

Já imaginou viver em uma cidade com prazo de validade? Por muitos anos esse foi o cotidiano dos moradores de Itá, no interior de Santa Catarina, após o anúncio da construção de uma usina hidrelétrica em suas imediações. Para os

Morre arquiteto e urbanista Paulo Casé, aos 87 anos

Paulo Casé faleceu na segunda-feira, 27 de agosto. Há cerca de um mês, o arquiteto e urbanista estava internado, após sofrer um AVC. Casé deixa quatro filhos, cinco netos e esposa. O velório será amanhã, a partir de 12h, no

Lina Bo Bardi e Tarsila do Amaral no MASP em 2019

O tema “Histórias das mulheres, histórias feministas” será pauta do programa de exposições do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand em 2019. Já estão confirmadas seis monográficas de artistas mulheres – Djanira da Motta e Silva, Tarsila do

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta