Prédio tombado da IAB/SP recebe prêmio internacional

Prédio tombado da IAB/SP recebe prêmio internacional

Referência de arquitetura moderna paulistana, o prédio sede do IAB São Paulo recebeu na última sexta-feira, dia 26 de fevereiro, a medalha de prata no “Domus International Award for Restoration and Preservation”, realizado na Itália, pelo projeto de restauração do edifício.

Erguida entre 1947 e 1950, sob plano dos arquitetos Rino Levi, Roberto Cerqueira Cesar, Miguel Forte, Jacob Ruchti, Galiano Ciampaglia, Zenon Lotufo, Abelardo de Souza e Hélio Duarte, a construção, localizada no centro da cidade, é reconhecida por sua estrutura independente, planta livre e fachadas recuadas nos dois últimos andares.

O espaço utilizado para debates e encontro de intelectuais, foi perdendo seu prestígio e beleza ao longo dos anos, acabando com a fachada pichada, tapumes nas janelas e infiltrações. Seis décadas após seu lançamento, o IAB São Paulo decidiu abrir um crowdfunding – financiamento coletivo – pedindo aos internautas uma colaboração para colocar o restauro do prédio tombado pelo IPHAN em prática, mas não obteve muito sucesso.

Com o auxílio financeiro do governo do Estado de São Paulo, o projeto encabeçado pelo arquiteto Silvio Oksman recuperou a marquise, estancou as infiltrações, adequou o prédio as normas de segurança exigidas pelo Código de Obras Municipal e pelo Corpo de Bombeiros, além de modernizar algumas estruturas do edifício, por exemplo, a recuperação do sistema de capitação de águas pluviais, que já estava sem desempenhar sua função há algum tempo.



Artigos relacionados

China inaugura primeiro transporte público rápido e elétrico sem motorista

O primeiro “trem smart” do mundo sem trilhos e sem condutor inaugurou na China. O modelo é considerado um sistema ferroviário futurista e virou notícia no mundo inteiro. Uma mistura de ônibus, metrô e bonde é o que aparenta o

Arquiteturas: Rua Augusta

A Rua Augusta é uma das ruas mais dinâmicas da cidade de São Paulo. Já foi parte de uma chácara, virou rua residencial, depois, ligação do centro para a zona oeste e rua comercial. Já sofreu degradação, enchentes e engarrafamentos.

Lei Rouanet passará a valer para projetos de arquitetura e urbanismo

O projeto foi oficializado em fevereiro de 2016 e aguarda regulamentação

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta