Primeiro dia de nova seção colaborativa é um sucesso

Primeiro dia de nova seção colaborativa é um sucesso

Olá, arquitetos e leitores,

Em apenas 24h de abertura de uma nova seção de contato no site para que arquitetos, urbanistas e estudantes colaborem tivemos uma agradável surpresa. Somente no primeiro dia recebemos 49 envios de conteúdo colaborativo.

A equipe do portal Arquitetura para Todos agradece todos que mandaram seus projetos e vamos nos esforçar para analisar o quanto antes todas as contribuições. Por causa do grande volume de envios, não podemos garantir que todos irão para o site, mas iremos nos esforçar para dar conta de tudo que foi enviado.

Continuem enviando seus projetos, artigos e vídeos. Quanto mais vozes de arquitetos se manifestarem, maior e melhor fica o debate urbanístico no Brasil.

Equipe,
Arquitetura e Urbanismo para Todos


Tags:
colaborativo

Artigos relacionados

Sede da Fundação Norman Foster é inaugurada em Madri

A inauguração, que aconteceu no dia 1 de junho, foi marcada pelo Fórum Future is Now e contou com participantes de destaque no mundo da arquitetura e urbanismo, como Alejandro Aravena, ganhador do Prêmio Pritzker em 2016. A sede foi

Especial Dia da Mulher: Elisabete França

Elisabete é arquiteta e urbanista nascida em Curitiba. Atualmente é diretora do Studio2E Ideias Urbanas e professora em cursos de graduação e especialização, em instituições como a Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e o núcleo de estudos USPCidades. Entre 1993 e 2000, coordenou o Programa de Saneamento Ambiental da Bacia do Guarapiranga, respondendo pela urbanização de mais de 100 favelas, entretanto, sua atuação recente mais conhecida aconteceu durante sua gestão como Superintendente da Secretaria Municipal de Habitação de São Paulo, entre 2005 e 2012.

Em São Paulo, parques naturais municipais estão abandonados desde maio

Não há quem vigie os parques naturais municipais de São Paulo desde maio deste ano. A empresa responsável, a Atlântico Sul Vigilância e Segurança EIRELI, abriu falência em abril. Em maio seus funcionários abandonaram os postos na capital e desde então as unidades de conservação da cidade estão sem vigilância.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta