Projeto de Zaha Hadid no Rio de Janeiro é abandonado

Projeto de Zaha Hadid no Rio de Janeiro é abandonado

O “Residencial Casa Atlântica”, primeiro projeto de Zaha Hadid na América do Sul que seria construído em Copacabana, foi cancelado devido à “demora da prefeitura para liberar a licença de obras e o consequente atraso do lançamento e da inauguração do empreendimento”, segundo o jornal O Globo. O condomínio residencial de luxo foi elaborado em 2013 e deveria ter sido lançado a tempo para as Olimpíadas.

Concebido primeiramente como um hotel de luxo, o projeto foi alterado e passaria, então, a abrigar 30 unidades residenciais, além de serviços para os moradores. De acordo com o empresário Omar Peres, que idealizou o empreendimento e contatou Hadid, as obras deveriam ter iniciado em janeiro deste ano, mas os atrasos fizeram com que o grupo de investimento desistisse do projeto e o terreno onde o edifício deveria ser erguido fosse colocado a leilão.

Adquirido por Peres em 2013, no terreno estava erguida a chamada Casa de Pedra, última residência da Avenida Atlântica, em Copacabana, que foi emolida em outubro daquele mesmo ano. Desde então, o terreno está vazio e cercado por tapumes.

Sobre os cinco anos de entraves burocráticos que resultaram no cancelamento do projeto, Peres afirma: “O projeto ficou desgastado. Perde o Rio, que deixa de ter o único projeto de Zaha Hadid na América Latina. O projeto é meu. Vou guardá-lo para fazê-lo um dia em algum lugar.”

 

Foto: © ZHA

Fonte:  O Globo

 



Artigos relacionados

São Paulo ganhará Museu da Água em 2020

Em setembro de 2019, a Associação dos Engenheiros da Sabesp (AESabesp) anunciou, durante o 30º Encontro Técnico/Fenasan 2019, a criação do espaço na região do Ibirapuera. A estrutura contará a história do saneamento paulista, mas, também, um espaço para trazer

Inaugurado o primeiro edifício brasileiro assinado por Norman Foster

São 21 andares e uma vista de arrepiar. De um lado a Baía de Guanabara, de outro o morro da Providência, o relógio da Central do Brasil, o Pão de Açúcar e o Corcovado. O Aqwa Corporate, projetado pelo arquiteto

InfoPatrimônio: uma plataforma que reúne o patrimônio cultural brasileiro

Reunir, em um só lugar, todo o patrimônio cultural brasileiro tombado ou registrado nas quatro instâncias – internacional, federal, estadual e municipal – é a principal meta do InfoPatrimônio, uma ação pioneira com o uso de georreferenciamento. A plataforma existe

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta