Projeto Vivenda inaugura primeira loja de materiais de construção para população de baixa renda

Projeto Vivenda inaugura primeira loja de materiais de construção para população de baixa renda

A Comissão de Política Profissional do CAU/BR visitou a primeira loja de materiais de construção para a população de baixa renda do Projeto Vivenda, no Bairro Jardim Ibirapuera, em São Paulo. O objetivo foi conhecer e incentivar a criação de modelos inovadores para a participação de arquitetos e urbanistas em serviços relacionados à Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social.

 

 

Nas imediações da loja do Projeto Vivenda estão instaladas as favelas Erundina, Felicidade e Jardim São Francisco. Seus moradores terão a oportunidade de usufruir dos serviços ofertados pela loja, que envolvem a aquisição de materiais para a reforma, via crédito facilitado (a depender da situação do morador), junto com as soluções arquitetônica projetadas por profissionais da área.

O Projeto Vivenda começou promovendo pequenas reformas em imóveis na periferia de São Paulo, inclusive via doações, e agora busca viabilizar a aquisição de assistência técnica e materiais de construção para a população de baixa renda. O projeto já atendeu mais de 5.600 pessoas, com reformas que duram cerca de seis dias.

“Queremos endereçar outra peça fundamental desse quebra-cabeça, que é o fornecimento de materiais de construção de qualidade a preços acessíveis”, informou o administrador e empreendedor social Fernando Assad, vencedor do Prêmio Empreendedor Social do Futuro em 2015, idealizador do Vivenda.

 

Texto original CAU/BR



Artigos relacionados

Conjunto da Pampulha é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade

O Conjunto Arquitetônico da Pampulha, projetado por Oscar Niemeyer, foi declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO

Edifício em São Paulo é eleito um dos melhores do mundo

O edifício Forma Itaim, na Vila Nova Conceição, Zona Sul de São Paulo, aparece na lista dos melhores prédios mais altos do mundo em 2019. Ele venceu na categoria abaixo de 100 metros de altura, na eleição do Conselho de

No aniversário de Oscar Niemeyer, auditório do Memorial é reaberto

Passou-se quatro anos desde que o auditório Simon Bolivar, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, foi atingindo por um incêndio que destruiu boa parte de sua estrutura e diversas obras de arte que compunham o espaço. Agora, 15 de dezembro de

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta