Reforma no Museu do índio

Reforma no Museu do índio

As obras de reforma no Centro Cultural Ykuiapá, mais conhecido como Museu do Índio, devem ser retomadas ainda neste ano. Fechado há cerca de seis anos, o espaço passará por readequação do projeto arquitetônico e da planta.

Representantes da Prefeitura de Cuiabá, do Ministério Público Federal, Fundação Nacional do índio (Funai) se reuniram para discutir o projeto e deve, em até 90 dias, ser apresentado para aprovação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). As melhorias são custeadas por recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas.

“Assim como ocorreu com outros diversos projetos do PAC, tivemos que readequar projetos elaborados em outra gestão porque foram constatados erros. Nossa expectativa é devolver esse atrativo à Capital, reforçando as opções turísticas e, sobretudo, valorizando a história e a herança daqueles que estavam aqui muito antes da chegada dos bandeirantes e da fundação oficial da cidade”, afirmou o secretário municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Francisco Vuolo.

O Museu resguardava um acervo raro de culturas indígenas do Estado. “É importante ressaltar que as peças foram devidamente retiradas do espaço e armazenadas com todo o cuidado necessário para garantir a sua integridade”, explica Vuolo.

 

 

Fontes: G1; O Livre; Olhar Direto

 



Artigos relacionados

São Paulo deve ganhar roda gigante feita por arquitetos da London Eye

A proposta é que a roda gigante paulista tenha cerca de 150 metros de altura e conte com 32 cabines – cada uma com capacidade para 32 pessoas. De acordo com informações publicadas na Coluna da jornalista Mônica Bergamo, o

Uma conferência para todos

De 22 a 25 de abril, em Fortaleza, acontece a I Conferência Nacional do CAU/BR, juntamente com o XX Congresso Brasileiro de Arquitetos, promovido pelo IAB nacional.

Jaime Lerner completa 80 anos

O arquiteto Jaime Lerner completou 80 anos no dia 17 de dezembro de 2018. Eleito 2º maior urbanista do mundo, Lerner é reconhecido pela trajetória construída em Curitiba. Três vezes prefeito da cidade, ele liderou a revolução que fez do

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta