Rio Carioca: primeiro curso d’água urbano do país a virar patrimônio cultural

Rio Carioca: primeiro curso d’água urbano do país a virar patrimônio cultural

A água que percorre os bairros de Cosme Velho, Laranjeiras, Catete, e desemboca na Praia do Flamengo é, desde o dia 27 de dezembro de 2018, considerada patrimônio cultural e natural. O rio Carioca é o primeiro curso d’água urbano tombado no país pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac).

A luta para manter os 5,5 quilômetros de extensão limpos foi árdua. Mas, após programas de conscientização, os moradores dos arredores perceberam o que o lixo representava e causaria ao rio. A ele são ligados dois reservatórios, também tombados pelo Inepac, e que abastecem a cidade com água potável.

A Caixa da Mãe D’Água, de 1744, está na fase final de restauração. As obras estão previstas para terminar em março. O local, administrado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), terá um jardim e será aberto à visitação. Mas, segundo o ICMBio, ainda não há previsão para que o público possa usufruir do espaço.

Foto: Luciano Caetano/Divulgação

 

Fonte: O Globo

 



Artigos relacionados

Edifício Joaquim Nabuco é reaberto

A reinauguração do Edifício Joaquim Nabuco, que ocorrerá nesta terça-feira (17), às 19h, contará com diversas exposições realizadas por alunos, professores e parceiros da Universidade de São Paulo. São elas: Experimento, Encyclopædia, Papyrus Textil, Simplex Machina, Pina in Memoriam e

Morre a arquiteta e urbanista Ana Elisa Niemeyer

A neta de Oscar Niemeyer faleceu na quarta-feira (19/06), aos 67 anos, no Rio de Janeiro. Ana Elisa era quem comandava o escritório que ainda funciona com o nome do avô.  O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de

Ocupação Gregori Warchavchik

Está aberta a Ocupação Gregori Warchavchik. A mostra faz parte da 44ª edição do programa Ocupação Itaú Cultural. Naturalizado brasileiro, o arquiteto ucraniano Gregori Warchavchik foi o responsável pela construção da primeira obra modernista no Brasil, a Casa Modernista, localizada

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta