São Paulo nas Alturas

São Paulo nas Alturas

Foi lançado na quarta-feira (16) o livro São Paulo nas Alturas, do jornalista Raul Juste Lores.

Desde cedo observador. Quando criança, Raul já passeava pelas ruas de Santos com atenção, admirado pelos grandes edifícios e construções. Em 2015, quando chegou à capital paulista, o hábito se manteve. Percebeu então, que os prédios que mais lhe encantavam foram construídos todos nas décadas de 1950 e 1960.

As longas caminhadas lhe renderam um novo projeto. São Paulo nas Alturas explora os projetos realizados na era de ouro da arquitetura paulista. O livro traz visibilidade a arquitetos da época que foram esquecidos pelos críticos. Enaltece a criatividade dos profissionais no período batizado como “milagre da arquitetura”. Além de ressaltar nomes como Oscar Niemeyer (Copan) e David Libeskind (Conjunto Nacional), que aparecem na obra para ilustrar  a revolução modernista da arquitetura em São Paulo.

 

Confira abaixo a entrevista que o jornalista concedeu à Band News sobre a obra:

 



Artigos relacionados

Dia Nacional do Patrimonio Histórico

Dia 17 de agosto é celebrado o Dia Nacional do Patrimônio Histórico. Promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Cultural (IPHAN), a ocasião é uma homenagem à data de nascimento do primeiro presidente do instituto, o advogado e jornalista

São Luís completa 20 anos como cidade Patrimônio da Humanidade

Conjunto arquitetônico composto por mais de mil casarões seculares, celebra os 20 anos do título de concedido pela UNESCO em 6 de dezembro de 1997.   São Luís celebra nesta quarta-feira (6), os 20 anos do título de Patrimônio Mundial

Cohousing, a “república” de velhos, conquista espaço em Portugal

Texto do jornalista Paulo Markun para o blog Em Tempo, da Folha de S.Paulo O conceito do cohousing surgiu na Dinamarca nos anos 70 do século passado – hoje 8% dos dinamarqueses vivem nesse tipo de moradia. A expressão foi

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta