SESC Birigui ganha prêmio de obra do ano 2020

SESC Birigui ganha prêmio de obra do ano 2020

O projeto do SESC Birigui, do escritório Teuba Arquitetura e Urbanismo levou o primeiro prêmio no concurso Archdaily de obra do ano 2020. Em segundo lugar ficou o Centro de Interpretação do Românico, projetado pelos portugueses do spaceworkers. A terceira posição ficou com a Beacon School, um projeto desenvolvido conjuntamente por Andrade Morettin Arquitetos e GOAA – Gusmão Otero Arquitetos Associados.

As autoras do Sesc Birigui, Christina Castro Mello e Rita Vaz definiram assim a concepção do edifício: “A proposta arquitetônica buscou a inserção na trama urbana da cidade, não apenas por sua volumetria, mas também pelo respeito ao curso d’água  que cruza o terreno, neste trecho, canalizado. Locamos a quadra poliesportiva descoberta, sobre o trecho canalizado, delimitando esta área por duas passarelas que cruzam e marcam o “vale” do córrego como um grande vazio. Esta proposição arquitetônica pretende sugerir que no futuro todas as margens do córrego possam ser recuperadas criando um parque linear com jardins”.

O edifício de 2017, tem 7.418 metros quadrados de área construída Teuba Arquitetura e Urbanismo


Artigos relacionados

Exposição sobre arquitetura Contemporânea da Amazônia

Projeto do Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, em Palmas, é destaque em Exposição sobre arquitetura Contemporânea da Amazônia   A Galeria Municipal de Artes, no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, recebe de 11 de abril a 03 de maio, a

Paulo Mendes da Rocha: maior arquiteto brasileiro vivo completa 90 anos de idade

O maior arquiteto brasileiro vivo completou no dia 25 de outubro 90 anos de idade. Nascido em Vitória (ES) e formado na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, destacou-se muito cedo, aos 29 anos, ao vencer o concurso para o

Prática profissional e o reconhecimento da produção feminina na arquitetura e urbanismo

No dia 02 de março, na semana em que se comemora o Dia Internacional das Mulheres, será realizada a palestra  “A prática profissional e o reconhecimento da produção feminina na arquitetura e urbanismo”, que abordará a inserção feminina na arquitetura

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta