Últimos dias para inscrever projetos no UIA 2020

 

As inscrições de projetos para a 27ª edição do Congresso Mundial de Arquitetos (UIA 2020 Rio) acontecem até o dia 10 de dezembro. Pesquisadores e arquitetos da área de arquitetura, urbanismo, paisagismo e planejamento urbano são convidados a apresentar propostas para o desenvolvimento de iniciativas e projetos que contribuam para a reflexão sobre o tema central do Congresso – “Todos os mundos. Um só mundo”

As inscrições de projetos podem ter até oito autores e não podem ser de autoria de organizações ou empresas. É necessário o envio de 3 arquivos DIN A3, paisagem em PDF e um resumo de no máximo 250 palavras com a descrição conceitual do projeto. Para a submissão de artigos, os trabalhos podem ter até quatro autores, mas não podem exceder 2.500 palavras ou conter mais de cinco imagens colocadas dentro do papel. A chamada dos trabalhos será divulgada no dia 10 de abril.

 

O Congresso será organizado em torno de quatro eixos que definem a estrutura a partir da qual todas as conferências, mesas-redondas, exposições, workshops e outros eventos serão agrupados.

Eixo 1: Diversidade e Mistura

Enfatiza a prática da Arquitetura e do Urbanismo atentos à diversidade e às misturas de culturas e às inter-relações com outros campos profissionais, como a antropologia e a política, bem como questões políticas, sociais, culturais e econômicas.

Eixo 2: Mudanças e Emergências

Discute as intensas mudanças no mundo contemporâneo e suas reflexões nos campos da arquitetura e urbanismo, com ênfase em suas dimensões sociais, ambientais e tecnológicas.

Eixo 3: Fragilidades e Desigualdades

Foco nas dimensões sociais da Arquitetura e Urbanismo, tendo como tema os desafios mundiais no enfrentamento das fragilidades e desigualdades urbanas, os grandes contingentes de pessoas que vivem em condições precárias em favelas, cortiços, abrigos temporários e unidades habitacionais produzidas por autoconstrução ou autogestão.

Eixo 4: Transitoriedade e Fluxos

Este eixo orientador do tema repousa nos deslocamentos em geral, buscando ampliar a compreensão da transitoriedade e dos fluxos na escala planetária e local, bem como suas dimensões demográficas, temporal e humana.

FONTE: UIA 2020


Artigos relacionados

Prefeitura planeja ciclovias nas principais avenidas de São Paulo

Avenidas como a Brasil, Doutor Arnaldo, Inajar de Souza, Teotônio Vilela, Salim Farah Maluf e um trecho da Marginal Pinheiros são algumas vias que podem ganhar ciclovias ou ciclofaixas até 2020. É o que mostra o mapa divulgado pela prefeitura

ONU promove no Rio fórum mundial de arquitetura e urbanismo

Evento, que acontecerá em outubro, reunirá o japonês Shigeru Ban (vencedor do prêmio Pritzker de 2017), o brasileiro Paulo Mendes da Rocha (Pritzker 2006 e Leão de Ouro em Veneza de 2015), o curador chinês Aric Chen, o espanhol e

Anunciados os vencedores da Bienal de Veneza de 2018

As curadoras da Bienal de Veneza de 2018, Yvonne Farrell, e Shelley McNamara, da Grafton Architects, anunciaram as contribuições vencedoras para a 16ª Exposição Internacional de Arquitetura.  Entre os destaques está o português Eduardo Souto de Moura. O arquiteto venceu

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta